quinta-feira, 2 de abril de 2020

Deu Pooling! Nasceu uma bolsa, carteira feminina!

Um artesão entende algo em sua totalidade.
A habilidade de um artesão surge da proximidade entre o criador e o que ele está criando.
Essa é a diferença entre um artesão e um simples criador.
Para muitos engenheiros e designers, fabricar é uma limitação.
Você tem uma linda ideia e então descobre que o molde que seria necessário para criá-la vai custar uma fortuna e não vai funcionar.
Quando você é um artesão e internalizou o processo de seu ofício, você é capaz de usar o problema como inspiração, em vez de vê-lo como uma limitação.
.
[Fonte: Trecho retirado Documentário TAKUMI - Uma história de 60.000 horas sobre a sobrevivência da arte humana. ESTA É UMA EDIÇÃO DE 54 MINUTOS DE UM FILME DE 60.000 HORAS.]
[Disponível no Amazon Prime]
Tecidos separados para confeccionar o forro da bolsa.
Usei o tecido algodão crú para estruturar a peça.
Recomenda-se uma pré lavagem para algodão crú, 
pois o mesmo encolhe em seu primeiro contato com a água.
E no meio do caminho da produção do forro encontrei esse tecido verdinho poá. 
Fiz uma graça no cursor.
Usei fio encerado de algodão, umas pedras e macramê.
Trocando em miúdos: Pooling é o desenho formado pela disposição dos pontos
 alinhados com as cores predominantes do fio.
Um close no detalhe do cursor.
 E nessa borda que eu achei uma graça!
O desenho da borda era assim, achei muito over, desmanchei e adaptei.
Agora sim!!
Olha só o resultado, o que você achou?
Aqui fiz um print da tela do celular. 
Esse é o aplicativo da círculo para ajudar no pooling.
Como não tinha o código da cor que estava usando, adaptei usando um fio coma a mesma sequencia de tons, porém com cores diferentes.
Ficou dúvidas? Se quiseres minha ajuda basta escrever no formulário de contato que consta na barra lateral ou envia um email


Obrigada por sua visita.
Abraços
Renata.

segunda-feira, 30 de março de 2020

Necessaire de Crochê com forro em tecido e zíper, vem ver como ficou!

Usei o fio charme cores cinza e mostarda. O azul é o fio amigurumi, ambos da círculo
Agulha número 3,5mm.
É relevante frisar que a numeração da agulha é relativa, pois depende da tensão que você exerce sobre o fio. Por exemplo: pontos muito apertados significa que a tensão aplicada ao fio é alta, você trabalha com o fio bem esticado, enquanto pontos abertos a tensão é baixa, ou seja, você está trabalhando com a linha mais solta.
Prendi o forro à bolsa com pontinhos a mão, usando costura invisível.
Fiz uma graça no cursor, usando a técnica macramê.
Escolhi uma borda que precisei adaptar ao número de pontos do meu projeto.
Gostei do resultado!
Esse livro foi uma ótima aquisição, além da receita ele apresenta os gráficos.
Um close nos pontos que fui fazendo aleatoriamente.
E para finalizar uma fotinho do processo.
Gostou? Então escreve pra mim e conta o que achasse, se vais fazer uma ou se queres encomendar um modelo especialmente feito pra ti!
Beijo grande!
Renata

quarta-feira, 25 de março de 2020

Estojo de quatro bolsos com zíperes!









Adorei fazer esse modelo, o passo a passo do blog El Costurero de Lulu foi de grande ajuda.
Super explicadinho!
Farei outros, já estou escolhendo os tecidos!
Se tiveres dúvida sou toda ouvidos.
Beijo grande
Renata.

Deu Pooling! Nasceu uma bolsa, carteira feminina!

Um artesão entende algo em sua totalidade. A habilidade de um artesão surge da proximidade entre o criador e o que ele está criando. ...