Inscrever-se

Gorro Caído em Crochê: lindo, quer aprender?


 Adorei o resultado!
Fiz sem receita, só fui construindo, por partes...

Primeiro produzi a barra do gorro ou touca, como comumente falamos aqui no sul.
 Na sequencia trabalhei perpendicularmente fazendo uma carreira de pontos baixos, sendo um por carreira de base, ou seja, foram 54 carreiras na primeira etapa, então terei 54 pontos baixos.
Depois fui subindo o trabalho em pontos altos e resolvi intercalar pontos pipocas formando um motivo.
 Segui fazendo 54 pontos até décima sexta carreira. Na seguinte fiz uma diminuição a cada cinco pontos, trabalhando o sexto e o sétimo juntos, repetindo essa sequencia até o final, serão 8 diminuições no total.

As próximas duas carreiras trabalhei de dois em dois pontos, fazendo diminuições. Finalizei costurando um franzido com o auxilio de uma agulha de arremate e apliquei o pompom.
 E os botões são apenas um charme!
 Ficou super macia, e minha cliente aprovou o resultado! <3
 Gostou? Já conhecia esse fio? Veludo molhado. Ele é super macio, adorei trabalhar com ele! Já imaginei um casaco bem quentinho!
Fiz uma amostra pensando no casaco... e percebi que precisarei de muitos novelos, ou seja, projeto sem verba, volta pra gaveta! [risos] E bora trabalhar, guria!


Almofada para pescoço: uma bela lembrancinha personalizada!

Olá meus amigos e amigas!!
Hoje trago fotos, além do molde, das lembrancinhas personalizadas que fiz para um aniversário inspirado no tema A Bela e a Fera.
Essas almofadas para pescoço são uma delícia, aproveitei o embalo e fiz uma pra mim também!
Confira abaixo as etapas da confecção dessa peça:
 Preparação dos materiais antes de iniciar o projeto: agilidade garantida!
 Um gatinho fofo ao lado também pode ajudar seu trabalho ;)
Preparo todos os sanduíches (tecido+manta acrílica+tecido) e costuro todas as máscaras.
 Depois viro para o lado direito,
 e finalizo com o pesponto aproveitando para fechar a abertura usada para desvirar a peça.
 Utilizando uma linha de produção você facilita seu trabalho!
 Modelando para o blog! [risos]
 Preparando as partes da almofada. Acima: os bolsos, as alças e as etiquetas.
O molde não tem mistério, com as marcações que fiz é possível reproduzir, mas caso haja dúvida estou a disposição para esclarecer.
 Tudo alfinetado, pronto para ir à máquina de costura.
 Deixei a abertura, para virar, na parte reta da lateral interna da peça.
 Tudo costurado, é hora de retirar os alfinetes. (eu costuro por cima, dou uma desacelerada no pedal da máquina, para evitar quebrar minha agulha.)
 Nesta etapa eu recortei as rebarbas com uma tesoura de picote, assim evitei os piques na costura arredondada. Depois dessa parte eu virei todas as peças para o lado direito e iniciei o enchimento.
  Utilizei cinco sacos de fibra siliconada para as trinta unidades, enchi seis almofadas com um saco de um quilo.
 Coloquei alfinetes para aguardar a próxima etapa: fechar todas as almofadas a mão com ponto invisível.
 Momento de puro êxtase: quando terminei o último ponto!
 Pausa para os cliques!
 Atenção em todos os detalhes.
 Tag feita manualmente com todo carinho e exclusividade!
 Agora sim tudo embaladinho pronto para fazer a alegria da criançada!!
Com a inspeção do Preto, qualidade garantida!
Beijo grande e até!

#CatloverClub!

Depois de algum tempo retorno para este espaço que me faz tão bem e anda abandonado...já havia me comprometido comigo mesma [risos] postar mais seguido, afinal tenho tantas ideias e aprendizados que posso compartilhar!
E abro os trabalhos apresentando o Preto, novo morador aqui da nossa casa!

Voltamos a ter sete corações batendo nesse lar... Lyon, Neo, Silver, Blue, Preto, meu esposo e eu!
Até pouco tempo atrás, o Musta também estava aqui alegrando o ambiente, daí ele se foi e eu fiquei muito triste. Essa conversa é longa...mas para resumir: quando o Musta partiu (em 17/12/2018) descobri que o nome dele não significava neve, como passamos a vida dele inteira (3 aninhos de idade!) achando, e sim preto. Eis que pensei e não comentei com absolutamente ninguém que só adotaria outro gatinho se fosse preto até a fuça (foi exatamente assim que pensei)!
 E olha o presente que recebi!!! Esse toquinho aí da foto acima, dois dias após ter aparecido nas nossas vidas, exatamente no dia 14/02/2019!!
Muito obrigada Mustinha querido por ter me preparado, juntamente com o Keko, o Kiki e a Gatinha, que descansem em paz, pois vocês foram muito importantes na minha vida!

Lembrancinhas personalizadas: sucesso entre a criançada!


 Receber esse retorno é pura satisfação <3 <3 <3

O Pedro adorou, e tem coisa melhor pra quem faz?? Amo demais quando mamães como a querida Josete, enviam fotos <3 <3 <3 Pode parecer um gesto simples, mas pra mim tem outra dimensão, é o coroamento do meu trabalho, missão cumprida.
 Esses recados fazem backup direto no meu coração <3
 O primeiro aninho da Luíza, fofa <3 amei contribuir para a realização dessa festa linda proporcionada pelos papais que foram super gentis comigo. Daquelas encomendas que ficam na memória e no coração.
E essa festa do pijama? Linda decoração, nota dez pra essa mãe <3 <3 <3
Eu adorei fazer os mini travesseiros e tapa-olhos.


O que dizer dessa foto? Théo arrasando ao lado dos personagens que inspiraram a criação dessas lembrancinhas lindas <3 <3 <3
Despeço-me com as primeiras modelos, anjos em nossas vidas são as minhas afilhadas Pietra e Luna, que ajudaram a divulgar as lembrancinhas lá atrás, quando fiz as primeiras peças.
Até breve.
Abraços,
Renata.



Lembrancinhas inspiradas nos super heróis, como não se apaixonar?


 Certamente na minha conta posso contabilizar mais de três mil máscaras produzidas nesses nove anos em que venho dedicando meu tempo às artes manuais.


 Acima tu podes observar o material que uso na produção das máscaras.
{Estou bem afim de fazer um post DIY|Faça você mesmo. Então caso você tenha interesse, escreve nos comentários, que farei com muito prazer.}
 Junto não seguem apenas as lembrancinhas. Vão horas, dias de dedicação e muito trabalho. Além de muito amor costurado, recortado, colado, embalado... Enfim, em cada detalhe envio um pedacinho de mim com o desejo de encantar e alegrar cada um dos serzinhos que farão uso, e diga-se de passagem muito bom uso dos mimos preparados especialmente para eles. <3 <3 <3
 Seguindo viagem para alegrar a criançada <3
Um beijo.
Renata e Lion ^.^



Clucth feita em crochet, vamos fazer junas?

Episódio de hoje: [rsrsrs] 
Quando um retângulo tecido em crochê vira uma clutch, puro amor <3

 Pontos baixos. Depois tu dobra no tamanho desejado e costura as laterais.
Seguindo com ponto baixíssimo pela aba você chega até a outra lateral, conde continua a união das partes previamente dobradas.
 Lembrando que costurei os botões antes de unir as laterais.
 Usei a Balancim e forrei os botões da maneira que eu queria.
 Feltro e tecido fofo.

 Fiz com cerca de 24cm de comprimento e cerca de cm de altura, já pronta.
 O botão magnético eu primeiro apliquei num pedaço do fio de malha, depois costurei om pontinhos invisíveis à peça.
 Aqui está ela antes dos arremates...
 essa alça ficou muito charmosa. Coloquei um pedacinho de feltro no meio do tecido, para ficar mais firme.
 O forro fiz a máquina de costura.
 Coloquei um mosquetão para que possa ser retirado.
Adorei o resultado. 
 Essa tag ficou um charme, concorda?
 Preciso fazer uma assim pra mim, reservei um pedaço desse forro, pois o fio já era, terei de escolher outra cor dentre as que sobrarem...acho que por aí também é assim...casa de ferreiro espeto de pau....
 Uma coisa é certa: a Veterinária que castrou meus guris adorou <3 e eu transbordei satisfação.
Por hoje é isso, qualquer dúvida, sugestão ou crítica construtiva estou a disposição.
Grande beijo e uma ótima semana á todos.
Renata.

Postagens mais visitadas desde 2.010

Gorro Caído em Crochê: lindo, quer aprender?

 Adorei o resultado! Fiz sem receita, só fui construindo, por partes... Primeiro produzi a barra do gorro ou touca, como comum...